BLOG
FIQUE POR DENTRO!

OS PRONOMES REFLEXIVOS EM INGLÊS (EM EXEMPLOS FAMOSOS)

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Os pronomes reflexivos em inglês (em exemplos famosos)

 “A friend is someone who gives you total freedom to be yourself”.

Jim Morrison

Os pronomes reflexivos funcionam como na frase acima, em que Jim Morrison nos avisa que um “um amigo é alguém lhe dá total liberdade para ser você mesmo”. Ou seja, estamos falando de algo que se faz “consigo mesmo”.

Em termos um pouquinho mais gramaticais, o sujeito da frase toma uma ação que tem o próprio sujeito como objeto.

Quais são?

Primeiro, o vocabulário. Estes são os pronomes reflexivos:

I — myself

you — yourself/yourselves* (*plural)

he — himself

she — herself

one — oneself

it — itself

we — ourselves

they — themselves

Vale falar um pouco sobre o pronome ONE, que tem o reflexivo ONESELF. Em inglês, não existe a nossa palavra “se” usada como índice de indeterminação do sujeito. Então podemos usar ONE/ONESELF para indicar isso.

Como essa explicação é quase um palavrão, nós sabemos, fica mais fácil explicar assim: no filme O Senhor dos Anéis: a Sociedade do Anel (2001), o personagem Boromir diz:

  • One does not simply walk into Mordor.

A fala pode ser traduzida para:

  • Não simplesmente se entra em Mordor.

Essa maneira de falar de modo impessoal também pode ser feita em inglês com YOU/YOURSELF, como na citação que abre este texto.

Em uso

Pois bem, vamos ver exemplos simples de como podemos usar esses pronomes:

  • I gave myself a gift. (Eu me dei um presente).
  • She takes pictures of herself. (Ela tira fotos de si mesma).
  • He knows how to take care of himself. (Ele sabe cuidar de si mesmo).
  • One must ask oneself the right questions. (É preciso se fazer as perguntas certas).
  • The cat cleans itself. (O gato se limpa).
  • We are concerned with ourselves. (Estamos preocupados conosco mesmos).
  • They built the house for themselves. (Eles construíram a casa para eles mesmos).

Usos famosos

Agora que você já sabe o que os pronomes reflexivos fazem, vamos ver algumas citações de pessoas famosas da história para ilustrar melhor:

  • “The reason I talk to myself is because I’m the only one whose answers I accept.”

“A razão porque eu falo comigo mesmo é que eu sou o único cujas respostas eu aceito.”

George Carlin, um dos maiores comediante de stand up da história!

  • “Man often becomes what he believes himself to be. If I keep on saying to myself that I cannot do a certain thing, it is possible that I may end by really becoming incapable of doing it.”

“O homem frequentemente se torna aquilo que acredita ser. Se eu continuar dizendo para mim mesmo que eu não posso fazer alguma coisa, é possível que eu acabe realmente sendo incapaz de fazê-la.”

Mahatma Ghandi, líder indiano

  • “She generally gave herself very good advice, (though she very seldom followed it).”

“Ela geralmente dava ótimos conselhos a si mesma, (mas ela quase nunca os seguia).”

Lewis Carrol, referindo-se à sua Alice no País das Maravilhas

  • “The most terrifying thing is to accept oneself

“A coisa mais assustadora é aceitar a si mesmo completamente”

Carl Jung, famoso psiquiatra suíço

  • “History doesn’t repeat itself, but it does rhyme.”

“A história não se repete, mas rima.”

Mark Twain, um dos maiores nomes da literatura norte-americana

  • “We do not need magic to transform our world. We carry all the power we need inside ourselves

“Nós não precisamos de mágica para transformar o mundo. Nós já levamos todo o poder de que precisamos dentro de nós mesmos.”

J.K. Rowling, autora da série Harry Potter

  • “Grown-ups never understand anything by themselves, and it is tiresome for children to be always and forever explaining things to them.”

“Os adultos nunca entendem nada por si mesmos, e é cansativo para as crianças estar sempre explicando as coisas para eles”.

Antoine de Saint-Exupéry, em O Pequeno Príncipe

Outro uso importante: o intensive

Esses pronomes servem a dois propósitos. O primeiro nós já vimos, que é o uso reflexivo. O segundo, é o intensive (intensivo), quando queremos enfatizar que é “a própria pessoa” que está fazendo alguma coisa. Por exemplo:

– She cooked dinner for herself. (Ela fez o jantar para si mesma): Reflexive.

– She herself cooked dinner. (Ela mesma fez o jantar): INTENSIVE.

Assim, podemos fazer outras frases usando o intensive:

– He did it himself. (Ele mesmo fez isso).

– We ourselves wrote this song. (Nós mesmos escrevemos esta música).

 – It’s nothing serious. Your body will take care of it itself. (Não é nada sério. O seu corpo vai cuidar ele mesmo disso).

 Uma reflexão

Como é o caso com todas as dicas que nós damos, os pronomes reflexivos não vão se tornar uma parte natural do seu inglês se você não praticar!

Então crie as suas próprias frases. Faça você mesmo o seu inglês evoluir.

E venha conhecer como a Beils pode te ajudar!

Você sabe qual o seu nível de inglês?

Venha testar o seu nível

de inglês

Nas habilidades seguintes:

Gramática e vocabulário

Compreensão de textos

Compreensão auditiva