BLOG
FIQUE POR DENTRO!

GÍRIAS COMUNS NOS EUA, CANADÁ E INGLATERRA

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Tá na hora de fazer um #rolêzinho diferente aqui na Beils! Do jeitinho que essa introdução deu a entender, vamos dar uma olhadinha em um assunto show de bola: gírias. Partiu?

Aquela parte da linguagem que sempre se renova

De geração para geração, as gírias sempre mudam já que a maneira como lidamos com nosso dia-a-dia também se altera. É difícil a gente pensar que lá nos anos 70, na época do “é uma brasa, mora?” iam falar de “rolêzinhos”,  #sextous, hashtags e tudo o mais no futuro. Mas esse não é um fenômeno que acontece apenas com a língua portuguesa, longe disso – e estamos aqui exatamente para dar uma olhada (ou bizoiada?)  em como estão as gírias mais famosas de hoje em dia nos Estados Unidos, no Canadá e na Inglaterra.

Só, que antes de mais nada…

Embora esses três países falem, de fato, inglês, cada um deles tem suas particularidades com a língua, ainda mais para algo menos “formal” como gírias que não dependem de regras de gramática. É só pensar que embora nós falemos português aqui, em Portugal também falam – e as diferenças não são poucas! Afinal, no Brasil não falamos de nada “fixe”, ou dos “controlos de aspetos técnicos de um ecrã”. Se você estiver bastante confuso (e deve estar), é assim que em Portugal falam de algo “legal”, e de como “controlar os aspectos técnicos de uma tela de vídeo”.

E esse mesmo tipo de diferença que demonstramos aqui se aplica também para as diferenças entre esses três países que veremos.

Vamos nessa?

Começando pelos U.S. of A

Nos EUA, boa parte das gírias “principais” são neutras por serem compartilhadas entre os outros dois países. Logo, boa parte das gírias dos Estados Unidos seriam aplicáveis também para a Inglaterra e o Canadá.

Vejamos algumas delas:

Awesome

Basicamente “legal”. A palavra é muito usada para descrever algo que você aprove bastante. Por exemplo:

“That movie we watched was really awesome.” (Aquele filme que nós assistimos era muito legal.)

Hang Out

A versão estadunidense do nosso “rolêzinho”, por assim dizer. Fala de atividades que façamos no nosso tempo livre que gostemos.

“Nice to see you! We should hang out really soon.” (Bom te ver! A gente devia fazer um rolêzinho logo-logo.)

Crush

Uma gíria tão famosa que até no Brasil já é muito usada entre nossos jovens, o “crush” é a pessoa de quem você gosta. Não é o bastante para já dizer que você já ama, mas você está a fim.

“I totally have a crush on the girl from the other class.” (Eu tô muito a fim da garota da outra classe.)

Dump

Bem que o contrário de “crush”, “dump” em gíria é utilizado para falar de quando “largamos”, ou “damos o fora”, em alguém (ou seja, que acabamos um relacionamento).

“I got dumped by my girlfriend yesterday.” (Eu tomei um fora da minha namorada ontem.)

What’s Up

Essa gíria é tão famosa que já rendeu um comercial da Budweiser que foi famosíssimo algumas décadas atrás além de ser diretamente referência no nome do WhatsApp, aquele aplicativo que todo mundo usa pra poder mensagens de texto via celulares para os outros. Ela é uma saudação, perguntando o que está acontecendo/”o que está pegando” para a pessoa.

“Hey, man! What’s up?” (Ei, cara! O que tá pegando?)

Lame

Descreve alguém “tosco”, e durante os tempos da web 1.0 era bastante usado como insulto – “lame”, para descrever isso mesmo.

“Did you see that band’s concert last night? It was so lame!” (Você viu o show daquela banda ontem à noite? Foi tão tosco!)

I’m Down With That

Quer dizer que você está bem empolgado em concordar com algo. Meio que como o nosso “demorou”.

“Do you want to go to the pub with us tonight?” (Quer ir com a gente ao bar hoje à noite?)
“I’m down with that!” (Demorou!)

Stuck

Normalmente se fala da pessoa estar presa, fisicamente, em algo. Em gíria, se refere à pessoa não conseguir decidir algo ou passar de algum ponto em algo que esteja fazendo.

“I was supposed to decide on what refrigerator I’m buying, but I’m stuck.” (Eu devia decidir qual geladeira eu ia comprar, mas estou travado.)

To be in

Usado para falar do que está na moda, do que seja “chique” ou “esteja com tudo” atualmente.

“Lady Gaga won an Oscar – she is totally in right now!” (A Lady Gaga ganhou um Oscar – ela está com tudo no momento!)

Fail

Você com certeza já deve ter topado com essa lendo a internet. O pessoal agora usa só essa palavra, ao invés de “failure”, como seria o mais certo, para falar de algo que não vingou.

“Our date was a total fail.” (Nosso encontro foi um fracasso completo.)

Isso mais ou menos dá conta das gírias dos EUA. Vamos passar agora ao Canadá!

 

Oh, Canada…

Eh?

Os Canadenses adoram utilizar “eh”, um pouco similar a como usamos “Né”, geralmente no fim de uma frase, seja para acabar uma pergunta ou afirmar algo.

“Good weather we’re having, eh?” (O clima está bom esses dias, né?)

Washroom

No Canadá, ao invés de usarem “restroom” ou “toilet”, sempre usam “Washroom”.

“Where can I find the washroom?” (Onde acho o banheiro?)

Runners

Este termo é usado para falar de tênis esportivos.

“I need my runners if we’re going to trek.” (Preciso dos meus tênis se formos fazer trilha.)

Kerfuffle

Uma palavra utilizada para descrever comoções e confusões públicas.

“It was quite a kerfuffle when we were leaving the restaurant.” (Estava um muvucão quando saíamos do restaurante.)

Mickey

Uma palavra utilizada para descrever uma garrafinha pequena de álcool, como rum ou uísque canadense.

“I’d really like a Mickey right now.” (Bem que eu queria um Mickey agora.)

Skookum

Uma gíria usada para falar de algo incrível, com admiração. 

“That’s a pretty skookum shirt she has.” (Essa camisa dela é legal demais.)

Hang a Larry/Make a Larry

Uma gíria que soa bastante curiosa, “enforque um Larry” se fosse literal quer dizer que você deve virar à esquerda para chegar a algum lugar.

“Keep going forward, then hang a Larry near the pub.” (Vá reto, e aí vire à esquerda perto do bar.)

Hang a Roger/Make a Roger

Quer dizer o oposto da frase acima: para virar à direita

“You need to hang a Roger, not a Larry, to get to my house.” (Você tem que virar à direita, e não à esquerda, pra chegar na minha casa.)

Snowbird

Palavra usada para descrever os canadenses que vão para o sul durante o inverno para escapar do frio. Em tradução literal, quer dizer “pássaro da neve.”

“I’m quite a snowbird myself – I hate the cold.” (Eu sou bem “friorento” pessoalmente – odeio o frio.)

Two-Four

Um “fardinho” que vem com 24 cervejas. Expressão BEM utilizada.

“I need to pick a two-four for the weekend.” (Preciso pegar um fardinho pro fim-de-semana.)

E enfim:

 

Deus salve a Rainha! E a Inglaterra também.

Bloke

Palavra usada para descrever um homem, em geral. Meio que como “rapaz”, ou “cara”.

“Jeremy’s a good bloke.” (O Jeremy é um bom rapaz.)

Bugger All

Uma gíria que quer dizer “absolutamente nada”.

“He does bugger all to help around in the house.” (Ele não faz nada para ajudar na casa.)

Cheers

Uma versão mais coloquial de “obrigado”, como “valeu”.

“Cheers for helping me out.” (Valeu por me ajudar.)

Cock Up

Um termo usado para falar de coisas que deram errado, como Fail.

“My presentation was a total cock-up – the PC stopped functioning.” (Minha apresentação foi um fracasso total – o PC parou de funcionar.)

Ace

Exatamente o contrário, fala de algo muito bom na gíria inglesa.

“That series we watched is ace!” (Aquela série que assistimos é ótima!)

Bloody

Usado para ênfase, como “muito” em português, mas com uma conotação mais pesada.

“I bloody well knew the car would break down!” (Eu tinha certeza que o carro ia quebrar!)

Gobsmacked

Uma expressão usada para denotar surpresa extrema com alguma coisa.

“I was gobsmacked to hear that bank went out of business.” (Fiquei chocada de ouvir que aquele banco faliu.)

Hunky-Dory

Falando de algo que está nos conformes.

“Everything here is hunky-dory.” (Tudo aqui está dentro dos conformes.)

Wanker

Usado para descrever alguém pejorativamente.

“That guy is a real wanker.” (Aquele cara é muito escroto.)

All to Pot

Quando algo sai do controle e tudo dá errado.

“Her marriage went all to pot after she discovered her husband was cheating on her.” (O casamento dela foi pro vinagre depois que ela descobriu que seu marido a estava traindo.”)

The End!

E assim chegamos ao final desse apanhado das 10 gírias mais famosas nesses respectivos países. Para mais informação de primeira é só ficar de olho no nosso Instagram  , fechou?

Aproveite o nosso curso de inglês para viagem da Beils. 

Você sabe qual o seu nível de inglês?

Venha testar o seu nível

de inglês

Nas habilidades seguintes:

Gramática e vocabulário

Compreensão de textos

Compreensão auditiva